domingo, 30 de janeiro de 2005

Queria ser uma bailarina




Queria ser uma bailarina
e dançar, dançar.
Embelezar a vida.
Paralisar o mundo
com a minha leveza,
com a minha ligeireza.

Queria ser uma bailarina.
Uma bailarina, sim.
Porque não?
Queria quase levitar,
quase ser leve como uma pluma
de um formoso cisne branco,
quase alcançar o céu
através dos meus doces movimentos,
através dos passos embriagadores da minha dança.
Queria quase ser uma bela borboleta
replecta de cores,
replecta de beleza,
replecta de encanto.

Queria ser uma bailarina
e dançar, dançar
até ao infinito.
Seduzindo planetas,
cometas,
estrelas,
seduzindo o universo.

Queria ser uma bailarina.
Não uma rapariga qualquer
amada como o rapariga qualquer,
mas uma bailarina
amada como uma bailarina.

Raphaela Blat

10 Lápis no papel:

Blogger Ana escreveu no papel...

Olá Xana, como sempre a tua poesia agrada-me e muito, continua... Ah e outra coisa, para seres bailarina, basta quereres :)
Besitos

15:21  
Blogger Ana escreveu no papel...

Olá Isa... Gostei do que escreveste :)
Eu já fiz Ballet quando era pequena e devo dizer que adora. Também sonhava em ser bailarina, depois a vida tomou vários outros rumos :)
temos sempre muitos caminhos à nossa escolha, basta abrir a janela de manhã e decidir sair de casa e caminhar ;)
Abraços,
Ana

19:10  
Blogger Ritinha escreveu no papel...

Para variar a minha primocas, escreve algo cheio de significado. são sonhos que temos, que se podem realizar quando quisermos, nem que seja a sonhar.se não se realizou foi porque não teve que ser, outros desejos se realizaram.
Jocas....

21:40  
Blogger pipetobacco escreveu no papel...

{ ... sentia tua falta já [cravada de] saudade [e reclamada] nesta volta [regresso] desejada[o] © de[mente] ... }{ beijos* }

23:51  
Blogger AS escreveu no papel...

Já seduzes com o bailado das tuas palavras!...

Um beijo

13:12  
Blogger O Micróbio escreveu no papel...

A julgar pelas palavras, darias certamente uma grande bailarina... obrigado pela visita lá pelo Micróbio. Linkei-te por lá!

14:43  
Blogger Vab escreveu no papel...

Há imenso tempo k não conseguia entrar neste teu mundo, já sentia falta das tuas palavras k conseguem sempre ser tão acertadas, mesmo quando ferem, quando assustam. Ando estoirado, sem forças para actualizar realmente o meu mundo, mas pa semana já vou estar novinho em folha. É sempre bom ler-te.
Um beijo, prima.
Vab

16:05  
Blogger soldeinverno escreveu no papel...

olá... mais um poema lindíssimo. Adorei, continua... Volto sempre...

17:04  
Blogger Å®t_Øf_£övë escreveu no papel...

Podes sempre ser uma bailarina.Não te esqueças que o sonho comanda a vida (como dizia o outro)
Boa semana.
Bjs.

17:06  
Blogger litle lucy escreveu no papel...

eu queria ser borboleta
e fazer coceguinhas ás pessoas quando choram..

mt doce o teu poema
beijo carinhoso Rose**

20:25  

Enviar um comentário

<< Voltar ao papel