quarta-feira, 31 de agosto de 2005

Silêncio



Escorrem os dias por entre as mãos de longos dedos, mãos cansadas, calejadas pelo tempo. Escorrem as noites por entre os olhos abertos, incapazes de sonhar. Deitado na cama de casal, não consegue descansar a sua alma de velho. Quantas vidas teria que viver para conseguir finalmente dormir? Dormir com os pensamentos de outrora. Dormir com o descanso de outrora. Dormir com a companhia de outrora. Olhou para o espaço vago a seu lado, para a almofada intocada. Olhou para o coração, o vazio que o cobria. Sentou-se na cama de casal. Estava efectivamente velho. A barba por fazer e as olheiras formando profundos círculos negros no rosto reflectiam a sua desgraça. Queria não mais sair daquele quarto. Queria não mais vaguear numa casa vazia, noutros tempos transbordando cheiros e sons e calor. Como poderia ele sentar-se no seu cadeirão fumando o seu charuto sem ela por perto a acompanhá-lo, sem a sua respiração a dizer-lhe que não estava só? Não eram precisas palavras. Ficavam horas em silêncio. Entre eles não eram precisas palavras. Bastava a certeza que estavam juntos e que depois de tantos anos o amor ainda habitava aquela casa. Bastava a certeza de que o silêncio era somente silêncio de palavras, não de sentimentos. Ele olhava-a sentada enquanto ela lia os seus preciosos romances com a mesma ternura de anos atrás, tantos anos atrás. E ela observava-o jogando xadrez contra si mesmo com o mesmo encanto de anos atrás, tantos anos atrás.
E agora estava só. Ela tinha partido para sempre. A sua companheira, a sua amiga, o seu amor partira para não mais regressar. Só ele poderia encontrá-la quando chegasse o seu momento de partir.
Voltou a deitar-se na cama de casal.
Agora o silêncio seria eternamente rei, poderoso, intimidante, impiedoso.

25 Lápis no papel:

Blogger Vivis escreveu no papel...

Que linda melodia com um texto tão emotivo a esta tarde que julgo minhas esperanças. Lindo!
Bjos

01:38  
Blogger Å®t_Øf_£övë escreveu no papel...

Voltei....
E estou a ver que por aqui nos continuas a cativar e a fascinar com a tua escrita como sempre nos habituaste.
Continuação de boa semana.
Bjs.

01:50  
Blogger sonhos sonhados escreveu no papel...

kerida Isa

o texto é muito bom.
já tinha saudades das tuas palavras.

o som é muito lindo...
como sempre!

beijux létinha.

03:56  
Blogger Taliesin escreveu no papel...

É uma bela historia de amor, o final triste, mas não deixa de ser uma historia de amor
Beijos

06:02  
Blogger [_David_] escreveu no papel...

è sempre bom ler um texto teu, onda cada palavra expressa um sentimento! ADorei!!

DAvid
www.mylifeisamovie2.blogspot.com

10:33  
Blogger Apenas, o cidadão escreveu no papel...

bom texto.

deve ser muito dificil suportar a ausencia (até à nossa morte) de alguem cujo amor foi tão grande...

eu não sei ou não me lembro como...

10:49  
Blogger AS escreveu no papel...

Um texto delicioso, onde se reflete a tua imensa sensibilidade e talento... muito lindo!

Um beijinho

12:53  
Blogger sotavento escreveu no papel...

Será que conhecias o meu tio?!... Viveu 7 anos assim, partiu agora, acho que felizmente...

16:19  
Blogger Rita escreveu no papel...

adorei ler, ou melhor, adoro ler-te* e é porque o sentimento de perda, principalmente quando se une com a saudade, se torna uma das piores sensações da vida...
um beijo

00:18  
Blogger sonhos sonhados escreveu no papel...

kerida Isa

poema lindo...
e
som harmonioso...
a acompanhar.

"Agora o silêncio seria eternamente rei..."
este verso é magnifico.

beijux létinha.

01:53  
Blogger Kikinha escreveu no papel...

Adoro o teu blog:) bjinhos*

01:56  
Blogger Paula Raposo escreveu no papel...

Obrigada por este texto tão belo, belo como todos os outros que tens escrito, e eu lido. A partida....a partida do outro. Fica um vazio tão grande que nada o poderá encobrir, e por isso ainda estamos vivos, para sentirmos e escrevermos neste papel aquilo que ainda podemos sentir!
Muitos beijos, escreve sempre

09:07  
Blogger TMara escreveu no papel...

muito bom. Mas, ainda assim o silêncio continuava a ser pela ausência e só de palavras, nunca de sentimentos...E isso é k nos faz gente. Bj grande

10:04  
Blogger Dumb escreveu no papel...

Fez-me lembrar alguém que partiu e eu não sei quando vai voltar...

16:43  
Blogger Nilson Barcelli escreveu no papel...

O teu texto é muito bem construído.
Parabéns pela qualidade narrativa e pelas emocoes/imagens que nos vao prendendo à leitura.

ps: estou com falta de alguns acentos...
Beijinhos

20:21  
Blogger alfinete de peito escreveu no papel...

O silêncio que aviva a saudade, as memórias. O silêncio é selectivo. Mas fascinante.

Beijos, Mercador, Grizo e Tobias

20:58  
Blogger Bloggers Review escreveu no papel...

I really enjoy your blog. Keep on blogging away!

SHOCKING Payday Loans
blog. It contains UNKNOWN stuff about Payday Loans.
Come and check it out if you dare ;-)

21:13  
Blogger ricardo escreveu no papel...

e agora o silêncio dos silêncios que arrebata as palavras e faz doer os sentimentos. porque a morte é um baú vazio que ninguém consegue encher. solta-se uma lágrima.

e o texto que fere. que com a simplicidade das palavras mostra a grandeza dos sentimentos. o talento dos dedos que falam.

e a certeza de que estou de volta. feliz por te encontrar de novo. talentosa, fascinante como ontem. como sempre.

e a música. yann tiersen, o nome das melodias que enfeitam os sonhos.

e tudo o resto é lápis, papel e tu.
beijo grande, grande

22:12  
Blogger Al escreveu no papel...

lápis e papel na tua mão fazem todo o sentido.
Bjo de parabéns!!!

19:28  
Blogger Squeezy escreveu no papel...

deve ser mto dificil perder alguem que estamos habituados a ter ao nosso lado, alguem que já faz parte do nosso despertar, deitar... há imensos anos
deve ser msm mto doloroso...

19:50  
Blogger kathy escreveu no papel...

fantastico....

23:39  
Blogger Peter Pan X escreveu no papel...

Um texto excelente, cheio de sentimento, com uma música muito bem escolhida a acompanhar...
É o estilo próprio com que tu Isa nos vais mimando...
Beijoss
Fica bem.

12:02  
Blogger Friedrich escreveu no papel...

Acho que a minha inspiração está de férias, já estou a ficar impaciente com a sua ausência e preocupado ao mesmo tempo, porque não tinha nenhuns euros com ela, nunca mais regressa e estou precisando tanto dela, para continuar e concluir o romance!

Beijos

02:51  
Blogger Taliesin escreveu no papel...

amiga q sua semana seja linda e com muitas conquistas
beijos

05:34  
Blogger vab escreveu no papel...

mas o silencio eh tanto assim? rei, impiedoso, intimidante.... qual eh o outro? tantos que me esqueci. Mas ela bazou porque? morreu ou divorciou-se?
Ele tanto tempo deitado com a barba por fazer, as olheiras formando negros circulos na face... e o mau halito, aposto que com o desgosto nao deve lavar os dentes ha imenso tempo.

11:55  

Enviar um comentário

<< Voltar ao papel