sábado, 22 de outubro de 2005

Cegueira


foto de Alexandre



Anjo que dormes
deitado nessa cama de lençóis brancos
como a tua alma.
Anjo que dormes, descanso merecido.
Viajaste tanto mundo afora, tentando
salvar as pessoas da sua cegueira.
Mas elas te não escutam,
te não querem escutar,
tampouco te querem ver.
As pessoas escolhem a cegueira,
continuar sem ver o belo,
porque estão muito atarefadas como abelhas.
As pessoas preferem olhar-se somente
e não olhar os outros.
Anjo que dormes, que sonhas tu?
Que as pessoas abram os olhos
e vejam a luz do sol,
vejam as cores da vida,
vejam a maravilha de existir.
Bom sonho, anjo. Bom sonho.
Mas será eternamente utopia?
Acorda, anjo.
A cegueira tem que fugir.
As pessoas têm que ver.
Tornar esta utopia real,
deixar de ser fantasia.
Anjo que dormes, acorda, por favor.
Tens tanto que caminhar ainda.
Tens uma cegueira para curar.


Raphaela Blat

30 Lápis no papel:

Blogger TomSawyer escreveu no papel...

o texto muito bom...a fotografia espectacular os meus parabens...

13:27  
Blogger Paula Raposo escreveu no papel...

Uma linda fotografia, um lindo poema! Abrir os olhos sim...tanta coisa bela para usufruir! Beijos, bom fim de semana, obrigada pelas tuas palavras no meu último poema.

14:30  
Blogger Natalie Afonseca escreveu no papel...

Olá!!
Este texto é simplesmente líndo!! Adorei ler este bocadinho!!
E as pessoas andam realmente tão "cegas"!! E o pior cego é aquele que não quer ver!!
Dá um abraço ao anjo por mim!!
:)
Beijinhos
Bom fim-de-semana!

15:24  
Blogger AS escreveu no papel...

Um beijo para ti doce poeta!...

O poema é lindo!!!

16:00  
Blogger TMara escreveu no papel...

mesmo no sono, nos sonhos os Anjos emitem beleza, luz e paz. bjs e ;)

19:04  
Blogger Daniel Aladiah escreveu no papel...

Querida Isa Xana
Belíssimo... apeteceu-me acordar...
Um beijo
Daniel

20:30  
Blogger Maria do Céu Costa escreveu no papel...

Um texto agradavel, um querer despertar na cura de uma cegueira. Beijinhos.

21:26  
Blogger Vivis escreveu no papel...

Belíssimas palavras.
É hora de acordar, despertar para a vida, obrigada por estar na inha vida, um anjo bom.
Beiinhos

21:39  
Blogger terragel escreveu no papel...

ISA XANA, lindo poema, profundo, pelo sono está se revelando para o nosso saber. A foto é genial, parece até a minha anja!
Bom final de semana

23:53  
Blogger FataMorgana escreveu no papel...

Parabéns pela entrada na Faculdade! Apesar de não ser para o curso que querias, e entendendo a frustração que deve ser sabendo que tinhas notas para entrar, é sempre uma conquista. :)

Belo poema, este.

Espero que não fiques muito tempo afastada daqui. Eu já iniciei o meu combate ao "pouco tempo" :)

Beijinhos!

05:19  
Blogger Rita escreveu no papel...

está mt lindo... as coisas nem sempre acontecem como gostariamos, muitas vezes por nossa causa. *

15:57  
Blogger douglas D. escreveu no papel...

o que sonhamos? o que vemos quando o sol nos lambe as escaras? quanto de sombras sabemos da solidão nossa? e essa cegueira,até quando?

20:57  
Blogger TomSawyer escreveu no papel...

oi bem olha venho-te pedir ajuda gostava d saber como e que personalizaste o tu blog com musica e como e q nos coments puseste outro nome e isso...se alguem mais me kiser ajudar agradeço...obrigado

15:32  
Blogger kathy escreveu no papel...

gostei mt da imagem... e o poema tb e fantastico

21:16  
Blogger Fernando Moreira escreveu no papel...

tão simples e tão fantástico

23:19  
Blogger pipetobacco escreveu no papel...

{ ...

deixo.te algo tb:

sinto[-me] amarrar, apertar com nó ou laçada
em teu desejo, impele, neste nunca desatar e
caminho, rodeio, talvez enleio [neste teu] beijar

© de[mente]

... }

00:30  
Blogger GNM escreveu no papel...

Gostei mesmo muito de ler este teu poema! Identifico-me como ele!

Tem uma optima semana!

03:18  
Blogger Lumife escreveu no papel...

Já sei que não te verei pela feira dos Santos em Alvito mas outras oportunidades surgirão.

Tudo de bom para ti

23:25  
Blogger Å®t_Øf_£övë escreveu no papel...

Gostava que passasses lá no "ATORDOADAS" para "comeres" uma fatia de bolo pelo 1º aniversário.
Bjs.

02:12  
Blogger Taliesin escreveu no papel...

Belo texto minha amiga, seus poemas são lindos eu gosto de l^-los varis vezes.
Beijos te adoro

11:16  
Blogger lique escreveu no papel...

Muito, muito bonito! Com que sonharão os anjos? :)
Beijinhos, linda

12:49  
Blogger Leonoretta escreveu no papel...

tenho um anjo bom como tudo. eu penso que as vezes ele se distrai comigo mas ele diz que nao.

ele la sabe...

beijinhos da leonoreta

21:57  
Blogger Lana escreveu no papel...

mim passou pa deixar besu :P ***

19:31  
Blogger Uma estrela errante escreveu no papel...

Belissimo poema!
obrigada pela partilha!

Fica com um beijo meu

21:20  
Blogger André Ferreira escreveu no papel...

O anjo da cegueira não dorme, ou talvez será melhor chamar-lhe o anjo da ilusão, o grande anjo manipulador. O teu anjo tem que acordar!

Beijinhos

11:43  
Blogger Betty Branco Martins escreveu no papel...

Olá Isa

Cada um de nós tem um anjo... espero que não durmam muito! ficamos desprotegidos...

É lindo o teu poema

Beijinhos

19:29  
Blogger Estrela do mar escreveu no papel...

...venho-te convidar para apareceres na inauguração do meu outro blog...


www.espelhodealma.blogspot.com


Beijinhos e tem um bfs.

20:10  
Blogger agua_quente escreveu no papel...

Venho deixar-te um beijo e o desejo de bom fim de semana.

09:47  
Blogger soldeinverno escreveu no papel...

lindo como sempre...nunca disiludes...vir aqui é saber que vou ler algo de belo, algo de irreal, de perfeito... um beijo em jeito de volto sempre...

10:50  
Blogger alfinete de peito escreveu no papel...

Oi,

Que este era dos melhores blogs da net em termos de música, eu já sabia, agora que também é muito bom em termos de poemas e fotos só descobri agora!! Em tempos só ouvia música por achar ser a palavra mais bonita, mas depois deste poema, fidelizaste-me à leitura e às fotos bonitas que posso ver no teu site.
O problema é mesmo na maior parte das vezes o anjo ser tão mandrião e perguiçoso que não quer acordar e combater. Age portanto em comformidade com a situação em está.

Cumprimentos,

Alfinetes

12:14  

Enviar um comentário

<< Voltar ao papel