sábado, 15 de janeiro de 2005

Dorme, meu bem


Dorme, meu bem.
Dorme.
Que eu velo o teu sono,
Eu afasto os teus fantasmas
Enquanto descansas.
Dorme, meu bem.
Dorme.
Que ficarei aqui
E não te deixarei só um só momento.
Ficarei aqui
E não abrirei a porta da felicidade a mais ninguém
Porque egoísta sou
E não ouso aceitar outro alguém neste quarto amado.
Dorme, meu bem.
Dorme.
Que quando acordares estarei aqui,
Estarei a olhar o teu rosto,
Estarei a olhar a minha vida através da tua vida,
Estarei a olhar o meu caminho,
Um caminho que somente existiu quando vieste até mim.
Nada mais existe antes de ti.
Em ti começa todo o meu ser
E todo o meu percurso neste mundo.
Dorme, meu bem.
Dorme.
Que eu velo o teu sono
E afasto os teus fantasmas.
Dorme, meu bem.
Dorme.

Raphaela Blat

6 Lápis no papel:

Blogger Baixinho escreveu no papel...

Mt bom meismo. Estou gostando de ler, eu tenho pena de nem sempre comentar mas o tempo é pouco, mt trabalho.

************************* pa vocei gaja muy linda

20:31  
Blogger isa xana escreveu no papel...

inda bem que gostaste:)
muito trabalho... ya ya!!=p
comenta sempre k vieres pr eu saber k me visitaste
bêjo, gostosão=p

21:29  
Blogger ricardo escreveu no papel...

que sono maravilhoso dás a quem te recebe. quando acordar esse teu bem vai ter que te recompensar... e bem! obrigado por teres passado lá pelo teatro. beijo

02:02  
Blogger isa xana escreveu no papel...

tambem espero ser bem recompensada;) lol
uma pessoa a escrever estas coisas e nao ganha uma recompensazita pekena?? nao pode ser=p
hei-de passar por lá mais vezes:)
beijinho

02:38  
Anonymous Anónimo escreveu no papel...

Love is in the air...tão romântica a menina!!!
bjinhux,carla

21:28  
Blogger isa xana escreveu no papel...

mas tu adoras poemas todos romanticos=p
bêjos:)

21:43  

Enviar um comentário

<< Voltar ao papel