domingo, 28 de agosto de 2005

Poema primeiro


Olho para as avenidas cheias de luz e escuridão,
para as ruas por onde passa tanta gente
e simultaneamente ninguém.
Olho para o luar e procuro-te.
Não te encontro.
E sinto uma estranha sensação,
sensação de nervosismo,
de inquietação,
de medo,
por não te encontrar,
por não te querer perder,
por te amar.


Raphaela Blat

24 Lápis no papel:

Blogger Alma de Poeta escreveu no papel...

A linguagem da poesia é universal....é isso que acontece quando nos identificamos com um poema, a sua mensagem passou.
Adorei esse poema....fica um beijo

16:57  
Blogger AS escreveu no papel...

Navegar no mar da ansiedade, à procura dos olhos que não vejo,
Sem leme e sem destino, a navegar parado...

Um beijo poeta...

18:21  
Blogger [_David_] escreveu no papel...

Que linda mensagem que este poema nos transmitiu!!


Beijo


David
www.mylifeisamovie2.blogspot.com

19:51  
Blogger La Luna escreveu no papel...

agora lembrei-me das nossas aulinhas...
ainda tenho este teu poema escrito num dos meus cadernos!
beijinhuh

21:12  
Anonymous lique escreveu no papel...

Essa sensação de angústia de poder perder quem se ama parece que é algo que, bem lá no fundo, nunca nos abandona. Bonito, o teu poema. Beijinhos

21:44  
Blogger Estrela do mar escreveu no papel...

...gostei muito do poema Isa...não sei porquê mas este lindo poema transmite-me uma certa insegurança no amor e em alcançá-lo...mas como sabes, eu a interpretar poemas;)...

beijinhos linda.

23:13  
Blogger Rita escreveu no papel...

está lindo mesmo. sabes, tambem sou alentejana ^^ obg pelo comment no meu blog
um beijo*

00:26  
Blogger Penumbra escreveu no papel...

Belo poema... vou-te linkar!
Continua... beijo

00:32  
Blogger lualil escreveu no papel...

Quantos de nós já não se sentiu assim?!... sei muito bem dessa ansiedade!
beijos

02:10  
Anonymous Ana Paula Ramalho escreveu no papel...

Olá... me vi neste poema... passei o fim de semana a espera de meu amor e ele não pode vir me ver... procurei-o nos rostos da cidade e em tudo que pudesse lembrá-lo...

02:26  
Blogger Morsa escreveu no papel...

Blog mudou de sítio. Agora está em http://pensamentodomorsa.blogspot.com
Peço desculpa pela alteração. Não te esqueças e passa por lá sempre que quiseres

12:44  
Anonymous RC escreveu no papel...

Oi,

Primeiro post lido e gostei muito, tens jeito Raphaela ( belo "pseudónimo")! Mas a música é muito melhor, soa a familiar, soa a algo que sempre acomponhou todos nós.

Cumprimentos,

RC

12:48  
Anonymous Taliesin escreveu no papel...

Sabes minha amiga eu me vi no seu poema em cada linha do momento
Beijos

13:21  
Blogger O Micróbio escreveu no papel...

Belo momento... e o rasto na areia ficou lá, pelo menos até à passagem da próxima onda...

15:38  
Blogger soldeinverno escreveu no papel...

não tenhas medo de amar,
não vivas com medo de perder,
porque então não vives o amor,
e o amor não vive em ti por receio.

lindo o poema...

jinhuz

16:56  
Anonymous Anónimo escreveu no papel...

A Major Test for Wireless Communications
You can bet all the major wireless service providers have pre-written their press releases telling all of us how wonderful their systems worked during the hell of Hurricane Katrina, but the proof will be how ...
Just popping in quickly to invite you to my based business home opportunity page.

19:27  
Blogger Squeezy escreveu no papel...

"Olho para as avenidas cheias de luz e escuridão,
para as ruas por onde passa tanta gente
e simultaneamente ninguém."

é tão estranho qdo estamos rodeados de gente..mas cá no fundo sentimo-nos tão sozinhos...

21:45  
Blogger sonhos sonhados escreveu no papel...

Keridos Amigos

As férias terminaram...
...assim como um muro de areia
se desfaz... frente a uma onda... mais ousada.

o tempo passou
sem horários...
livre...
repousante...
um pouco dorido...
e
guloso.

não foram as melhores férias
...pois a saúde falhou um pouco
e
não ajudou
como deveria,
porém foi tão bom
estar junto dos meus deuses
que até o tratamento me pareceu mais leve.

devo dizer-vos
que senti saudades
das palavras
dos desenhos
das músicas
das imagens
a que todos vocês me habituaram
(principalmente
quando era castigada
pela imobilidade da medicação)
...mas...
para o ano
levarei comigo um portátil
que irei ganhar no euro-milhões...
... por esse motivo vou desde já começar
a lançar a sorte
e escolher os números.

Keridos
tudo isto para vos dizer
que não vos esqueci
e
para avisar
que a partir de hoje
vou perder
muitas horas gulosas...
a “fazer visitas”.

Beijux létinha.

Ps. desculpem ter usado a mesma
mensagem para todos...
mas não foi possível “personalizar”
.....................................
obrigada pelo “perdão”
.....................................
sois uns amores.

22:09  
Blogger sotavento escreveu no papel...

LOL
Assim não vale, queria comentar uma coisinha, no post acima!... ;)

13:44  
Blogger Miguel Nobre escreveu no papel...

Adorei esse poema.
Parabéns

14:40  
Blogger Micas escreveu no papel...

Gostei imenso do poema, já tinha saudades de te ler. Beijinho

14:49  
Blogger sotavento escreveu no papel...

É que há "ali" qualquer coisa de erótico que não sei bem explicar!... ;)

21:26  
Blogger sotavento escreveu no papel...

Mas acho que não é no primo!... ;)

21:55  
Blogger sotavento escreveu no papel...

Será o decote?!... ;)

16:17  

Enviar um comentário

<< Voltar ao papel