segunda-feira, 14 de março de 2005

O pesadelo





Adormeces,
acordando
nesse mundo.
Gritos
ecoam na tua cabeça.
Música bem alta
explode no ar.
Não sabes onde estás.
Não sabes tanta coisa.
Como um novelo de lã
que se vai formando,
também tu te tornaste no que és,
a pouco e pouco.
E agora não encontras o começo do novelo.
Pessoas em tua volta,
estranhas pessoas.
Nem te olham.
Já pertences àquele lugar.
Não és um estranho ali.
Gritos.
Escuridão.
Não há sorrisos,
nem alegrias,
tudo comido
pelo ar.
Corres.
Procuras.
Quem procuras?
Procuras tu mesmo.
Perdeste-te de ti.
Nem sabes quando
e agora não te consegues encontrar.
Onde ficaste?
Onde te deixaste?
Gritos.
Escuridão.
Sons que ecoam na tua cabeça...
Acordas.
Estás deitado na tua cama.
Os lençóis são coloridos.
O silêncio reina.
O sol nasce
a pouco e pouco.
Os teus olhos absorvem tudo.
A tua mente renasce
e vês que o teu sonho
te dá essa verdade que não querias ver.
Perdeste-te de ti algures,
algures nas escolhas que não fizeste,
algures nas pessoas que não viste,
algures nos amores que não amaste,
algures na vida que não viveste...
porque estavas demasiado concentrado em ti.
Perdeste-te de ti porque só a ti vias.
Onde ficaste?
Onde te deixaste?


Rapahela Blat

28 Lápis no papel:

Anonymous Espectro #999 escreveu no papel...

Caríssima Isa, é nisto que dá quando sonhas comigo...!!!
Está certo que o poema está demais, mas lá que acordaste suada, lá isso acordaste.
Beijocas enormes e inté.

14:53  
Blogger litle lucy escreveu no papel...

Pesadelos.. {alguns meses sem dormir..rasgam me a mente e comem a alma

Esta belissimo
um beijo Rose**

18:17  
Anonymous Alma ébria escreveu no papel...

Costumas ter pesadelos?...

18:59  
Blogger Carlos Barros escreveu no papel...

pesadelo, rima com cabedelo, belas ondas, rima também com roê-lo, tamb+ém não e com noites fantasticas passadas em sobressalto, umh que delicia

20:50  
Blogger agua_quente escreveu no papel...

Belo poema! Narração de um pesadelo? Gostei bastante.
Sabes que o gato virou cosmopolita? Só lido. :) Bejs

21:22  
Blogger lique escreveu no papel...

Olá Isa! Por vezes o acordar de um pesadelo dá-nos uma visão mais lúcida da vida. Gostei do teu poema. Beijinhos

21:25  
Blogger Daniel Aladiah escreveu no papel...

Querida Isa Xana
Fantástico texto! Estás a escrever de uma forma que me pôs a pensar... bom sinal, quando atingimos os outros, quando conseguimos tocar cordas que estão sem vibrar...
Um beijo
Daniel

21:27  
Anonymous Anónimo escreveu no papel...

Isa, lindo o poema, conseguiu transportar para o papel todo os medos, e a imagem desse pesadelo, gosto de como escreves
beijos

22:07  
Blogger CLIK escreveu no papel...

Gostei desta Narrativa....
HÁ...hóoo tadinho do burro! snif...
Saudações Bloguianas!

22:26  
Blogger Leonoretta escreveu no papel...

Até que enfim Isa. tenho-me visto grega para conseguir comentar. tantas perguntas significa mente curiosa... gosto.

22:30  
Blogger Lyra escreveu no papel...

gostei de te ler!

23:03  
Blogger André Ferreira escreveu no papel...

É dificil descobrir os caminhos que levamos! Para compensar é fácil perdermo-nos!
Beijinhos

23:26  
Blogger Ana escreveu no papel...

Olá Xana, gostei do "teu" pesadelo...
Quantos de nós não estamos assim perdidos sem o sabermos?
Besitos

00:16  
Blogger Luis Duverge escreveu no papel...

Sabes o que é entrar num sítio e sentirmo-nos bem. O teu canto é um lugar muito acolhedor mesmo para "sonhar" com pesadelos.
Engraçado nunca pensei "encontrar" uma pessoa com a mesma cor de olhos que eu. Já agora gostaria de acrescentar que o meu pai é de Évora.
Coincidências ...

09:52  
Blogger AS escreveu no papel...

Isa, como sempre fascinantes as tuas palavras, ainda que nos falem de um pesadelo...

Um beijo

12:59  
Blogger soldeinverno escreveu no papel...

grita sempre...no silencio, pois essas palavras que gritas são lindas... jinhuz

15:03  
Blogger Delírio da Loirinha escreveu no papel...

Querida Isa!
Eu por vezes tambem me sinto assim perdida num pesadelo... Adorei as tuas palavras...
Beijinhos doces e votos de muitos e bons "sonhos".

17:55  
Anonymous Menina_marota escreveu no papel...

Será que é desta que a msg fica?

Sou mais teimosa que o sapo... Deixo um beijo... muito arreliada porque já é a 5 ou 6ª. vez que tento colocar a msg. Até já esqueci o que tinha escrito, tão danada estou! Jinhos... volto depois...

18:05  
Blogger Joana Loureiro escreveu no papel...

Nao percebi se o texto é ou não da tua autoria, mas isso não é o mais importante. O importante é a msg k ele passa.. e s o postaste foi por algum motivo, pq t identificas com ele, pq sentes o q ele transmite.. Mtas vezes me sinto assim. Também muitas vezes grito e ninguém m ouve, tb mtas vezes estou num sitio escuro, sem vivalma, sem qq indicaçao do q fazr, ou q caminho seguir.. mas a vida é assim.. infelizmente [ou não!]
The sweet ain't so sweet without the sour ;)

Um beijinho **

22:17  
Blogger O Micróbio escreveu no papel...

Bonito emaranhado se tornou este teu novelo...

00:10  
Blogger Cris escreveu no papel...

Pesadelos são novelos de medos cheios de pontas soltas...
Bonita a forma como amarraste as pontas deste teu novelo!

Voltarei sempre!
Um beijinho

02:26  
Anonymous Menina_marota escreveu no papel...

Todos nós, algures na vida, nos perdemos um dia.

O que interessa, é que ao encontrarmo-nos, o seja de uma forma serena, concreta, cientes do caminhos que já percorremos e, daquele que ainda nos falta percorrer.

A vida é uma carta fechada... só sabemos o que lá está dentro, quando vimos bem o seu interior.

E, cabe-nos decidir, se é esse interior, aquilo que desejamos para nós.

Um abraço terno ;-)

12:03  
Blogger Kal escreveu no papel...

Preciso de um revólver carregado...

13:09  
Blogger Joana Loureiro escreveu no papel...

:) Mas pk Rapahela Blat?

Já agora, perdoa-me o atrevimento, mas acho k este poema dava uma bela canção de hip hop..
bacci

13:55  
Blogger Vab escreveu no papel...

Já me encontrei. Voltei. Beijo.

17:24  
Anonymous Espectro #999 escreveu no papel...

Bolas Isa, apagaste o meu comentário. Isso não se faz [...] já era a segunda vez consecutiva que seria o primeiro a fazê-lo, o que para mim é uma enorme honra, pois gosto muito de ti.

E agora, o que faço ?
Só me resta tentar ser o primeiro, não é ?
Beijocas e inté.

20:09  
Anonymous Espectro #999 escreveu no papel...

Upsssss......

Vai ver a queixinha que fiz de ti no reino do príncipe [ morcego libertino ].

Beijinho doce, muito dôce.

20:10  
Blogger Å®t_Øf_£övë escreveu no papel...

Tens o dom da escrita,e por isso consegues transmitir ideias de forma fantástica.O que aqui espressas é realmente verdade para muita gente.
Bjs.

22:54  

Enviar um comentário

<< Voltar ao papel