segunda-feira, 21 de fevereiro de 2005

Em tuas mãos




Sinto-me tão pequena em tuas mãos,
tão pequena.
Quando as tuas mãos me envolvem, amor,
pretegem-me,
amparam-me.
Quando as tuas mãos me tocam, meu querido,
esqueço-me do mundo,
esqueço-me de tudo.
Somente nós dois importamos quando me tocas.
Em tuas mãos sou tua.
Nas tuas mãos me perco.
No teu abraço morro
de tão feliz.
Em tuas mãos
sinto-me uma pequena borboleta de estonteantes cores.
Posso partir, se quiser,
mas quem quer um dia afastar-se
da sua flor favorita?

Raphaela Blat

16 Lápis no papel:

Anonymous Espectro #999 escreveu no papel...

Isa, fôfura das altas planícies, ou não [...] só para dizer que cada vez que leio um poema teu, fico de rastos. Excepcionais, será talvez a melhor maneira de me referir aos próprios. Quanto ao que te pedi, optei pelo primeiro poema que me enviaste, não que não gostasse do segundo, mas a mim, interessa-me e bastante, o primeiro contacto.
Outra coisa que reparei, é que usas muitas vezes a seguinte frase: "cores estonteantes", mas tu fumas ou quê, então as cores põem-te tonta ? Eh!Eh!Eh! brincadeira. E mais, quer dizer, agora queria roubar-te esta foto, e não posso (???) porque te ensinei algo, não é......................................, está mal, não se faz ao 'je'.
E mais ... estou a votos no http://peciscas.blogspot.com e a coisa afigura-se bastante negra para os meus lados. Identifico-me bastante nessa eleição, com o Paulo Portas, pois não vejo o meu Nick subir na tabela das previsões. Snifffffffffff,,,,,,,,
Amo a tua maneira de estar na vida, na rede, enfim, se calhar tudo.
AAAAAAAAHHHHHHhhhhhhh..........!!!!!!!!!!!! e mais, Preciso de um título ainda hoje, preciso também de saber se posso assinar como Marisa Aires, ou se preferes Isa_Xana, ou ainda Raphaela Blat, e a hora que devo colocar, aquando do término do poema.
Beijocas enormes e inté.

15:58  
Blogger Vera Cymbron escreveu no papel...

Muito lindo...de uma entrega que apaixona só em ler.
Jinhos

18:12  
Blogger lique escreveu no papel...

Lindíssimo, Isa. A entrega ao amor inspira palavras tão belas! Beijinhos

18:33  
Blogger soldeinverno escreveu no papel...

volto sempre... para te ler...

18:36  
Anonymous carla escreveu no papel...

ola borraxinhuh!!ha um tempinho k ñ vinha ao teu blog e confesso k ja tinha saudades...
nunca acreditei muito em dons k nascem com as pessoas nem nada do genero mas tu miuda,realmente deves ter um dom,ou melhor dizendo,tens um talento muito especial pa traduzir akilo k sentes em palavras...
cada vez gosto mais do k escreves e,muitas das vezes, identifico-m nakilo k leio ou simplesmente fico a pensar nakilo k li...
muitos parabens!tas cada vez melhor!!
e mt obrigada por partilhares os teus poemas!!!
beijinhux kidux,carla

21:20  
Anonymous carla escreveu no papel...

ah e mais uma coisa, até as imagens são lindissimas....
bj,carla

21:22  
Blogger Kal escreveu no papel...

raphaela blat e pseudonimo ou heteronimo? lol, tenho andado para te perguntar isto faz algum tempo. o poema expressa aquilo que sentes em relaçao ao amor, da para ver que es daquelas romanticas incuraveis =)

22:44  
Blogger AS escreveu no papel...

Já não me surpreendes com a tua poesia!... Excelente!

Um beijo

09:07  
Blogger O Micróbio escreveu no papel...

E que flor tão sensível... :-)

11:03  
Blogger MarPuro escreveu no papel...

Eu tenho um Blogue que se chama "Evolução Espiritual de Portugal"... é esse o meu objectivo... por isso "ordeno-te": publica as coisas que escreves! Elas não podem ficar só aqui entre meia dúzia de pessoas. Tens medo do que possa acontecer se publicares? Não importa. Publica na mesma! Se a 1ª editora não quiser, tenta na 2ª... mas, por favor, edita estes poemas em papel para que ajudem na Elevação Espiritual de Portugal. Não analises aquilo que te dizem de escreveres bem, de serem excelentes os teus poemas, mas sê tu mesma... e nunca deixes que pessoas como eu te digam o que deves fazer... mas querida amiga, não guardes este Tesouro só para ti, pois, no nível cultural em que o país anda, tudo o que é de qualidade tem de ser colocado á Luz do dia. Pensa nisto: eu escrevi um livro; enviei-o para editoras; mas enquanto elas se decidem e não se decidem em publicá-lo eu estou a distribuí-lo gratuitamente por todo o país: já são ás dezenas de cópias espalhadas... por que eu sei que é uma obra que ajudará na Elevação da Nação. Não importa o que aconteça: os Tesouros de Portugal têm de ser partilhados!

12:04  
Blogger Ana escreveu no papel...

Xana,
alguém postou aqui que já não se surpreende com a tua poesia, pois eu penso o contrário, cada poema cada surpresa, para melhor, é claro. Dom divino, talento ou simples jeito com as palavras, pouco importa quando o resultado, é este que nos enche a vista e nos alimenta o espirito. Parabéns menina Raphaela, adoro a tua poesia.
Ah! Já me esquecia, acerca de registares os teus poemas, acho que fazes muito, mas mesmo muito bem.
Besitos

12:32  
Anonymous Espectro #999 escreveu no papel...

Isa, andei a cuscar no teu código e avistei problemas para resolveres [...] Assim, acedes ao dito cujo [index.html] e onde diz:

a.comment-link (uma classe para o link dos comentários) tens a anteceder um erro gravíssimo. Ou seja, tens de tirar de lá a parte que aqui vai a negrito.

html>bodyPor hoje fico-me por esta lição de borla.
E um beijo grande para ti.

18:17  
Blogger ricardo escreveu no papel...

posso eu sentir-me tão pequeno levado pelas mãos que escrevem sonhos, certezas, prazeres? posso. isa, isto é só fãs, sim senhor! onde são as inscrições? ehehe a foto é simplesmente fantástica! parabéns!!!! beijoca grande, grande

20:26  
Anonymous leonor escreveu no papel...

Meus Deus, Isa...
Que dizer mais perante tudo o que já te disseram?
Olha... li, li, li...e quanto mais lia mais queria ler...

21:19  
Blogger isa xana escreveu no papel...

MarPuro dá-me o acesso ao teu blog, please:)
*

16:09  
Blogger Vab escreveu no papel...

sempre muito bonito. Sempre muito bonito, mas... ele é uma flor? entao se é uma flor...como poderão ter filhos? :P
Beijocas doces

16:15  

Enviar um comentário

<< Voltar ao papel