sábado, 16 de abril de 2005

Poeta




Podemos ter uma breve visão
da alma que escreve
as palavras sentidas
nos papéis riscados
a lápis de carvão.
Podemos ver a sua alma
branca,
carmim,
solta,
livre,
ancorada no corpo do poeta,
presa como um barco no cais
com uma amarra de cetim.
Porém a visão é somente breve,
e não se sentem inteiramente
as cores do espírito,
não se vê a borboleta de nós
alcançando os céus do mundo.
Vê-se somente uma asa,
uma pequenina asa
num frenesim delicado
e nada mais.

Raphaela Blat

9 Lápis no papel:

Blogger agua_quente escreveu no papel...

Na verdade que sabemos nós do poeta para além daquilo que entrevemos? Que desperta ele em nós? Belo poema, linda. Beijos

12:07  
Blogger alfinete de peito escreveu no papel...

Adorámos a percepção que tens de ti.
Partilhamos o gosto pelos teus olhos, mas acima de tudo da tua postura perante as palavras.

Temos dito.

Ass:Grizo e Mercador

17:20  
Blogger nilson young escreveu no papel...

Adorei encontrar este cantinho ,eu sou um apaixonado por poesias...
e com certeza virei mais vezes aqui me emocionar. um beijo.
nilson young - Brasil.

17:24  
Blogger Daniel Aladiah escreveu no papel...

Querida Isa Xana
A alma do poeta como uma borboleta, da qual só se vêm o bater rápido das asas... bem, tens imagens poéticas superiores.
Um beijo
Daniel

20:10  
Blogger Betty Branco Martins escreveu no papel...

Só tenho a dizer... é LINDO, verdadeiramente LINDO!

Um beijo

20:31  
Blogger BlueShell escreveu no papel...

Belíssima escolha: uma combinação perfeita: texto e imagem.
DEIXO um beijo;
BShell

21:50  
Anonymous MalucaResponsavel escreveu no papel...

palavras perfeitas publicadas no blog a quem tudo isto me parece fazer todo o sentido..jks

00:21  
Blogger André Ferreira escreveu no papel...

O poeta mostra a asa para que possamos também voar, desvela as palavras ao assombro, faz-nos adivinhas aos sentidos e levanta mistérios.

Beijinhos

14:14  
Blogger AS escreveu no papel...

As asas do poeta são o sonho... e as tuas asas são lindas!

um beijo

16:53  

Enviar um comentário

<< Voltar ao papel