terça-feira, 5 de julho de 2005

Aroma a flores


Aroma das flores que me deste, meu querido.
O ar que me envolve tem ainda o aroma dessas flores.
Meu corpo dança ao sentir este cheiro,
nectar do coração dos amantes.
E é uma dança livre, feiticeira,
âmago do ser.

Um coração solitário torna cegas
as borboletas de nós.
Mas o coração dos amantes,
milagre dos deuses,
faz as borboletas verem a beleza maior,
alcançarem os céus com sua alegria de cores vivas.

O aroma das flores está em mim, meu amor.
A tua ausência fere como arma branca,
mas este aroma ainda vive.
O meu coração jamais será solitário,
jamais estará abandonado.
Mesmo sem teu corpo de jardim,
habita em mim o coração dos amantes.

Raphaela Blat


P.S.: Menina das amoras de prata e Histórias do prédio ao lado

19 Lápis no papel:

Anonymous sylpha escreveu no papel...

Poema lindíssimo...aroma de flores que se entranha em nós e dificilmente conseguimos tirá-lo :)) Beijinhos

10:51  
Blogger peciscas escreveu no papel...

Um espaço tranquilo, este.
Voltarei!

11:36  
Blogger Anjo Caído escreveu no papel...

Muito bonito este teu espaço... extremamente "Zen"!!!

voltarei com ceteza!

***

13:09  
Blogger Squeezy escreveu no papel...

Gosto especialmente desta última parte..

"O meu coração jamais será solitário,
jamais estará abandonado.
Mesmo sem teu corpo de jardim,
habita em mim o coração dos amantes."

14:38  
Blogger Estrela do mar escreveu no papel...

...muito bonito este teu poema Isa...são flores misturadas com amor...mas gosto muito das últimas duas frases...dizes muito...

Beijos.

14:58  
Blogger Micas escreveu no papel...

Não conhecia este espaço. Gostei imenso, transpira beleza e paz. Voltarei com toda a certeza. Posso linkar? ;)

15:01  
Blogger AS escreveu no papel...

Isa... Belo poema! Senti-lhe o aroma!...

Um beijo poeta

15:37  
Blogger Betty Branco Martins escreveu no papel...

Lindo poema!

Aromas... trazendo à memória toda a cumplicidade, de uma flor oferecida... e que se misturou na pele.

Jinhos

18:09  
Anonymous Taliesin escreveu no papel...

Esse poema senti o perfume das flores e meu coração bateu ainda mais forte e a distancia da pessoa amada soou forte,pq tb estou longe de quem amo, eu vesti suas palavras hoje amiga
Beijos

19:39  
Blogger Lana escreveu no papel...

Bem vim agradecer os teus comments e deixar jinho pk vou andar ausente...este stress dos exames ainda n acabou e tenho conseguido conciliar td mas...avizinham.se burocracias.. hehe :) inte **

20:25  
Blogger Daniel Aladiah escreveu no papel...

Querida Isa Xana
lindo poema de amor não presente...
Um beijo
Daniel

13:33  
Blogger O Micróbio escreveu no papel...

As mulheres ficam realmente loucas com flores... :-)

15:32  
Blogger gato_escaldado escreveu no papel...

diz de que flores gostas. e conhecerei teu perfume. gosto do "perfume" deste blog. beijos

16:26  
Blogger D escreveu no papel...

que peerfume lindo a flores que espalhas por aqui!
bem vinda.. tambem estou de volta depois de 4dias no sul.. hehe
beijos :)

16:52  
Blogger Miguel escreveu no papel...

é o aroma que se dilui em nós, e não nos larga, remetendo-nos sempre às memórias bonitas.. lindo poema, como aliás já todos disseram :]

um beijo *

22:15  
Anonymous andrye escreveu no papel...

Um aroma sem duvida q tds queriamos.beijos grandes.

16:16  
Blogger webdreamer escreveu no papel...

Sente-se a fragrância nas palavras... mesmo na ausência das flores.

09:00  
Blogger bertus escreveu no papel...

...a poemares assim, o teu coração jamais estará só.

Um beijo e óptimo fim de semana!

14:29  
Blogger BlueShell escreveu no papel...

Muito especial, este texto...disse-me tanto...
Obrigada pela escolha e pela partilha!
Um bom fds
BShell

19:10  

Enviar um comentário

<< Voltar ao papel